ROBÔ GIGANTE


Antes de mais nada… by ricacruz
novembro 21, 2008, 5:53 pm
Filed under: Cruz, Papo | Tags: ,

Todo mundo, cedo ou tarde, descobre uma área de interesse. Vale qualquer coisa: futebol, desenho, jardinagem, astronomia, música, pesca, jogos de azar, cinema, culináría… Muitos tentam juntar duas ou mais áreas, mas uma sempre costuma predominar. Normalmente, porque ela apareceu de algum jeito marcante na sua infância ou adolescência.

Bill Gates, ainda criança, era fascinado por emaranhados de fios e chips gerando algo parecido com inteligência artificial. Na faculade, ele criou o primeiro computador, o Mits Altair. Michael Jackson, quando ainda tinha black power, resolveu ser dançarino se escondendo atrás dos palcos para assistir os movimentos geniais de James Brown. Se alguma coisa te impressiona o suficiente na infância, ela pode determinar sua futura área de atuação. Eistein dizia que “a genialidade é a infância redescoberta”.

Guardadas as devidas proporções, Alexandre Nagado, eu e quem mais vier a colaborar neste blog fomos vítimas do ataque de algum monstro emborrachado japonês. Um ataque cultural. Um choque do tamanho de uma patada de Baltan, que nos confrontou com a específica maneira japonesa de contar histórias de ficção e fantasia. Esse chacoalho fez com que nós víssemos um novo universo cheio de caminhos bem na nossa frente e, claro, sentíssemos vontade de explorá-lo.

Não importa como começou. No meu caso foi com Jaspion, Changeman e toda aquela enxurrada de séries que veio no começo dos anos 90. Já com o Nagado, a coisa rolou via Família Ultra e filmes de monstros gigantes (ele deve falar mais sobre isso aqui).

Tenho certeza de que muita gente que está lendo isso agora também tem seu nipo-justiceiro do coração. Até o meu pai tem (National Kid)! Aquele mais importante que os outros. Que te fazia ir mal na escola de tanto que você assistia seus episódios (e não perdia nenhuma reprise também, lógico).

Comigo a coisa foi um pouco mais além. Tive um flerte mais apaixonado com esses seres esquisitões, o que definiu o rumo da minha vida profissional. Quis fazer intercâmbio para o Japão por causa deles. Quis escrever por causa deles. Quis cantar por causa deles. Enquanto fazia todas essas coisas, fui me interessando por outros assuntos, que me levaram para outros territórios. Mas as séries de tokusatsu do Japão foram o estopim. E ponto.

Este blog nasceu da idéia de não nos deixar perder o gosto pelo assunto. De armar conversas de botequim virtuais sobre qualquer tema relacionado aos heróis do Japão – o que sempre fizemos na vida real. Postar qualquer coisa entre um compromisso profissional e outro. Qualquer coisa mesmo. De “quem é o mais forte dos dois Bicrossers” até “qual a importância de Eiji Tsuburaya para o cinema japonês”.

Robô Gigante porque é um título legal (foi o Marcel quem criou) e porque o tokusatsu não dispensa um robozão enorme. Seja as traquitanas dos Super Sentai, alguns monstros das séries Ultra, Metal Heroes como Metalder ou versões high-tech do Godzilla. O “Robô Gigante” é o braço direito do “Monstro de Borracha” na hora de definir o tokusatsu.

Trata-se de um blog autoral. Ninguém está preocupado em dar notícia em primeira mão. Estamos afim de analisá-la. Dar pitaco. Dar risada. Nos meter a besta. Claro que podemos conseguir um grande furo, mas ele será espontâneo. Nunca uma obrigação. O legal aqui será o bate-papo. Para isso, informação é pré-requisito.

Acho que é isso. Quem gosta do assunto está convidado a participar. Tem muita lenha pra queimar e nenhum caminho certo pra seguir. A única certeza é que será legal pra c******!!


7 Comentários so far
Deixe um comentário

Olá Nagado e Ricardo.
Fiquei sabendo por intercâmbio com o Michel Matsuda a respeito deste blog e resolvi rapidinho dar uma conferida.
O Nagado sabe muito bem que sou apaixonado pelos Tokusatsu, curto mesmo! Não sou daqueles caras que grava dia, mês e ano da série além dos nomes reais dos atores entre outros detalhes, não com aquela obrigação mas dentro do possível vão fluindo as informações. Assisto sempre os tokusatsu como uma nostalgia e fugir desta realidade confusa e monetária além do principal, gostar de coração. É legal observar nas velhas séries os fios sobre as naves, monstros com o ziper saindo, rsrsrsrs, ou o herói(“Spectreman”) cai de um barranco, fica todo sujo e logo após aparece com a roupa limpinha, rsrsrsrs!!! Outros detalhes que chamam bastante atenção são as trilhas sonoras e os golpes de Karate é Judô sem estes fatores não seria interessante assistir.
Desejo aos dois muito bate-papo, informações, risadas e por aí vai. Dentro do possível estarei visitando e comentando porque onde estiver Tokusatsu estarei aparecendo…rsrsrsrsrs!
Um grande abraço Nagado e para o Ricardo também. Sucesso!!!

Comentário por Robinson Oliveira

Ei, obrigado por ser o primeiro a comentar nosso humilde blog, Robinson. Ainda vou começar minha participação como co-autor do blog e espero podermos contar sempre com sua visita.

Abraços!!

Comentário por Nagado

Tranquilo Nagado com certeza contará com as minhas visitas.
Onde estiver o tokusatsu estarei por perto…hehehe.

Comentário por Robinson Oliveira

Baaaahhhh!!! Mal posso acreditar no que estou vendo! Dois dos meus “toku-redatores” preferidos num mesmo blog!! Só espero que dessa vez implaque (bons tempos akeles do Awika… u_u). Sou amigo de ambos os autores e sempre fiz questão de dizer pra ambos que o que eu mais admirei em cada um deles foi a maneira como eles falaram sobre Tokusatsu aos fãs. E olha que ambos têm talentos paralelos de sobra (tanto o Nagado como desenhista como o Ricardo como cantor). Digo isso pq o Tokusatsu é e sempre foi a coisa que eu mais gosto, e já é tarde pra esconder isso de seja lá quem for.

Sucesso Nagado! Sucesso Cruz!! Espero que vocês levem adiante esse projeto (sei que é dificil, mas… hehehe). É um motivo de alegria para os tokufãs saberem que boas matérias sobre Tokusatsu agora têm lugar!

Grande abraço e contem com meu apoio no que precisarem! Estarei sempre dando força pra vocês!

Comentário por Bruno Seidel

Primeiramente, parabéns pelo novo blog, Ricardo. Tinha visto a notinha no blog do Nagado, e a primeira vista, por causa do nome, pensei em se tratar de um blog sobre o Robô Gigante mesmo…HeHeHe! Tem tudo para ser um grande blog, pois vocês dois juntos tem potencial. Já coloquei o link lá no meu blog. Realmente tokusatsu é uma paixão mesmo. Por mais que eu tenha outros gostos, não sei porque, mas sempre acabo me dedicando mais às produções de tokusatsu em meu blog. Uma das coisas que me deixa vidrado, tanto quanto as histórias dos seriados, é a parte referente aos bastidores. Não é à toa que eu me dedico a ficar traduzindo entrevistas com atores. Acho bem legal saber o que está por trás das câmeras.

Comentário por Michel Matsuda

Eu li o e-mail do Nagado, visitei o blog. Achei legal e segui lendo as postagens mais um pouco para poder opinar. Postei no nosso blog a respeito deste novo projeto e tudo o mais.

Porém agora é chegada a hora de dar meus parabéns para ambos por terem iniciado este projeto.
Confesso que não achei que isso aconteceria (como me surpreendi por ver o velho “Burasto Reddo” postando aqui também😄 ), mas desejo toda sorte do mundo e que mais e mais pessoas venham para cá ler o que vocês comentarem.

Sem dúvida um blog especial, como acho que andava faltando neste meio🙂

Comentário por Guyferd

Descobri o blog há instantes, através de uma postagem do Nagado no fórum Tokubrasil.

Parabenizo o Ricardo Cruz, o Alexandre Nagado e o Rodrigo Guerrino -pela iniciativa. Só pelos primeiros textos já deu para perceber que vem coisa boa por aí.

Comentário por Ricardo Cerdeira




Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s



%d blogueiros gostam disto: